Powered by Alta Books

  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco

 2018-2020 Starlin Alta Editora e Consultoria Eireli

CNPJ:04.713.695/0001-00

Rua Viúva Cláudio, 291 - Rio de Janeiro - RJ

CEP:20970-031

Horário de Atendimento:

Segunda a Sexta -  8:30h às 17:30h

 

Contatos:

Telefone: (21) 3278-8069 / (21) 96922-9043

E-mail: bookclub@altabooks.com.br

Liderança: Um dos principais pilares de sua empresa

Atualizado: Fev 6

Nos dias atuais, com as infinitas possibilidades de negócios e o número crescente de empresas, muitas sofrem para tentar cruzar a linha tênue que separa o sucesso do fracasso.

Os motivos que levam ao aumento de tais obstáculos são muitos. Porém, um dos fatores mais importantes para se livrar desses fantasmas que assombram inúmeros empreendedores — fazendo com que temam perder tudo que lutam diariamente para conquistar — chama-se liderança.

Mas como descobrir se você é um bom líder e saber se seus colaboradores concordam que a cultura dirigida por você, de fato é algo que valha a pena seguir?

Bom, a primeira regra da liderança é: tudo o que puder dar errado será provavelmente culpa sua. É preciso aceitar essa realidade para conseguir superar os desafios que apareçam.

Durante o fim da segunda guerra, muitos dos arquitetos do movimento nazista, para não serem capturados, cometeram suicídio. Os demais ao serem pegos e acusados de terem participado da execução do terrível genocídio conhecido hoje em todo o mundo como Holocausto, usavam do mesmo argumento: “Não tivemos escolha” ou “Estávamos apenas cumprindo ordens”, colocando assim toda a culpa em seus superiores.

Apesar de extremo, esse é um exemplo onde podemos mostrar que um líder, ao ditar ordens apenas por achar que estas irão de certa forma resolver os problemas de uma empresa, apenas estará cultivando colaboradores que seguem ordens sem questionamentos, e não pensadores que agem para o desenvolvimento saudável da empresa.

O melhor caminho a se tomar é criar uma cultura disciplinada e não investir em mais burocracias.

Evitar a burocracia é essencial para permitir que as ideias de melhorias possam fluir com mais facilidade.

Burocracias existem basicamente para compensar a incompetência e a falta de disciplina — problemas que desaparecem quando se tem, em primeiro lugar, as pessoas certas no comando.

Geralmente as empresas criam regras burocráticas para disciplinar um pequeno percentual de pessoas erradas no barco, o que por sua vez acaba diminuindo o percentual de pessoas certas e levando à criação de mais burocracias para gerenciar o crescente número de pessoas erradas no barco.

Permitir a liberdade e responsabilidade para seus colaboradores pensarem em como resolver eventuais problemas, também inspira a criatividade e maior esforço por parte de seus colaboradores. Dessa forma, um líder pode dedicar-se a apoiar a equipe e colocar em prática o conceito da cultura disciplinar focando nos objetivos da empresa, ser influente na jornada pela excelência, ter práticas eficientes de liderança e uma cultura corporativa bem estruturada.

Ouvir opiniões, realizar perguntas que desenvolvam a criatividade de seus colaboradores para respondê-las, ser humilde para reconhecer quando está tornando-se um líder tóxico em meio a sua organização e reconhecer a famosa frase de que “as pessoas são o maior ativo de uma empresa”, são fatores importantes para alcançar o próximo nível, ultrapassando assim a linha que separa as organizações cheias de mediocridades, das grandes empresas de excelência. Cultivar uma equipe, motivada pelo seu líder a estar disposta a agir como responsável pelo crescimento da empresa, como se eles fossem os donos, é de fato um desafio, mas é um caminho essencial para elevar o nível de sua organização e desenhar os próximos passos para o tão sonhado sucesso.


Por Jackson A. Luna.